quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Insegura

O viver sozinho, me torna, as vezes, melancólica, e sem saber me expressar, balbuciando palavras, que ficam engasgadas, guardadas no coração, qual é a razão? 
Um medo contido, uma ferida não sanada, algo que não se acaba....e...se morre então; por horas, por dias, por anos, e vou levando,  sem expressar uma só emoção.
E tu dizes, a que vieste então? Estou aqui, em frente a ti, e não posso falar, as palavras não saem, e tenho tanto a dizer, tenho tanto a contar, tenho muito a oferecer...mas...parece que sou incapaz de  demonstrar. Meu coração dispara, as mãos ficam geladas, a voz estanca, tu não o sabes, então...
Cabisbaixa, penso...penso...e...apenas balbucio...te amo...meu amor...

By NuchtyPenna




2 comentários:

  1. Muito lindo, poeta. Gostei imenso.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado!!! Poeta, é uma honra ter seu comentário,mais uma vez agradeço! Abraço...

    ResponderExcluir